História do Rio São Francisco

Cerca de um ano e meio após a descoberta de Pedro Alvarez Cabral, o navegador Américo Vespúcio chegou à foz de um enorme rio. Isso ocorreu no dia 4 de outubro de 1501, dia de São Francisco, por isso em homenagem ao santo, os navegadores europeus batizaram o rio de São Francisco. Para as nações indígenas que habitavam aquela região, aquelas águas tinham um nome antigo: Opará, que significa “rio-mar”.

Em 1522, o primeiro donatário da capitania de Pernambuco, Duarte Coelho Pereira, fundou a cidade de Penedo, em Alagoas. Com a autorização da coroa portuguesa, em 1543 começa a criação de gado na região, atividade econômica que marca a história do vale do São Francisco que chegou a ser chamado de “ Rio-dos-Currais”. 

Em 1553, o rei D. João III, ordenou ao Governador Geral Tomé de Souza a exploração das margens interiores do rio. A organização da empreitada ficou a cargo de Bruza Espinosa, que teve em seu lado o Padre Aspilcueta Navarro para formar a primeira companhia de penetração. O roteiro dessa viagem e uma carta do Padre Navarro são os primeiros documentos descritivos sobre o São Francisco.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now